Posts

foto: reprodução internet

JAMRock Reggae Cruise: vibrações em alto-mar!

Cruzeiros temáticos são uma verdadeira febre pelo mundo. As razões são muitas, mas, a principal delas, talvez seja a segmentação. Explico: a oportunidade de viajar em um grupo que partilha uma mesma paixão parece encantar as pessoas. Não importa se o tema é seu time do coração, cidades sagradas ou seu artista favorito. Os cruzeiros temáticos são um sucesso e, pelo jeito, vieram para ficar.

Um caso de grande êxito é o JAMRock Reggae Cruise, entre Miami e Jamaica. Com sua primeira edição em 2014, o evento foi tão bem sucedido que levou a organização a oferecer dois cruzeiros na sequência, sendo um de Miami a Montego Bay e outro, imediatamente após, de Miami a Falmouth e Ocho Rios.

O navio utilizado no cruzeiro e alguns dos nomes já confirmados para a próxima edição. | fotos: reprodução internet

O navio utilizado no cruzeiro e alguns dos nomes já confirmados para a próxima edição.

Cada cruzeiro consiste em cinco noites a bordo do Norwegian Pearl, um navio com capacidade para 2.400 passageiros e todas as facilidades e atrações esperadas. Quadras esportivas, sala de ginástica, pista de boliche, teatro e uma área destinada às crianças, com diversas atividades.

O cantor Damian Marley é o idealizador do projeto.  |  foto; reprodução inetrnet

O cantor Damian Marley é o idealizador do projeto.

Como tantas outras coisas boas que acontecem na Jamaica, a JAMRock Productions, organizadora dos cruzeiros, tem por trás um membro da família Marley. No caso, Damian Marley – filho mais novo de Bob – em parceria com seu empresário, Dan Dalton. Os Marley, como se sabe, sempre trabalham em família, então, além de Damian, também seus irmãos Stephen, Julian e Ki-Mani apresentam-se durante a viagem.

Muitos outros artistas como Protoje, Tarrus Riley, Christopher Ellis e bandas, como Morgan Heritage e Third World serão parte das atrações (clique aqui e veja a lista completa dos artistas). Sim, porque um cruzeiro cujo tema é reggae só pode ser embalado por muito reggae.

O cuidado está em todos os detalhes: jerk chicken diariamente, filmes jamaicanos e com temática reggae todas as tardes e muita música, alternando entre DJs, cantores, veteranos do reggae e estrelas atuais do dancehall. Agora, o grande barato de um cruzeiro assim é justamente a oportunidade de estar próximo de seus ídolos, viver com eles a experiência da viagem.

Ainda dá tempo de viajar a bordo de um desses cruzeiros, mas é preciso se apressar pois, apesar de acontecerem no final do ano, já estão quase lotados (85% de ocupação em meados de março). O primeiro, sai de Miami em 30 de novembro, voltando em 5 de dezembro e o segundo, sai nesse mesmo dia e retorna no dia 10. Os preços começam em US$724,00, em cabine interior e vão até US$2.774,00, em suíte com vista para o mar. Todas as refeições (exceto bebidas) e entretenimento estão incluídos no preço.

Veja abaixo como foi a última edição do Jamrock Reggae Cruise:

Julian Marley no palco do Espaço das Américas | foto: Fabiano Oliveira

The Wailers & Julian Marley: mágico!

2015 começou muito bem para os amantes de reggae no Brasil. Isso porque o The Wailers, banda ícone do reggae mundial – conhecida, entre outras coisas, por ter sido a banda do rei do reggae, Bob Marley – esteve de passagem por aqui em turnê que percorreu quase todo o país.

O grupo, que já esteve no Brasil em muitas outras oportunidades, desta vez resolveu presentear os fãs com uma apresentação histórica e subiu ao palco pela primeira vez acompanhando o filho do rei, Julian Marley. Mais: reuniu vários integrantes de uma formação clássica, que excursionaram ao lado de Bob Marley entre 1974 e 1981.

Capitaneados pelo lendário baixista Aston “Familyman” Barrett, integrante da formação original, o “The Wailers Band Reunion”, como ficou conhecida esta formação especial, percorreu 15 cidades brasileiras e desembarcou em São Paulo no final de janeiro para um show que ficará marcado para sempre como uma das performances mais emblemáticas do grupo jamaicano em terras tupiniquins.

Músicos como Earl “Chinna” Smith (guitarra), Tyrone Downie (teclados) e Glen DaCosta (sax), além do próprio baixista Aston Barrett, acompanhado de seu filho Aston Barrett Jr. na bateria, garantiram a sonoridade clássica dos Wailers. Julian Marley, com sua presença de palco e energia, representou muito bem o pai e levou o público à loucura com um repertório nada convencional.

É claro que o Jamaica Experience estava lá para conferir tudo isso! Veja no álbum acima como foi esta noite mágica e confira ainda uma entrevista exclusiva que fizemos com Julian Marley e Aston “Familyman” Barret para o nosso canal no Youtube. Pra ficar tudo melhor ainda, cobertura e entrevista “by” Magá Moura. Não dá pra perder, certo?

E só pra não perder o costume: fiquem ligados, vem muito mais por aí!

Assista a seguir à cobertura exclusiva do show para o Jamaica Experience:

foto: reprodução internet

Marley family e ideias que mudam o mundo

“A grandeza de um homem não está nos bens materiais que ele acumula, mas em sua integridade e em sua habilidade de afetar positivamente aqueles que o cercam.” A frase de Bob Marley sintetiza seu pensamento, seus ideais. Por sorte, esses ideais foram passados adiante. Através de diferentes iniciativas, sua família segue dando continuidade a ideia de que a humanidade, unida, pode construir um mundo melhor.

foto: reprodução internet

1Love

A fundação 1Love, criada pela família Marley, incentiva as pessoas a praticar alguma ação positiva, diariamente. São as Missões Marley. Depois, incentiva-as a compartilhar o resultado da missão escolhida, enviando para o site fotos, vídeo ou texto. Além disso, o site indica ONGs parceiras que podem ser ajudadas e cujo trabalho busca melhorar a vida de pessoas de diversas maneiras: através da música, alimentação, educação etc.

Outra vertente é o Ghetto Youths Foundation. Criado por Ziggy, Stephen, Julian e Damian Marley, atua em paralelo com o Ghetto Youths International, o selo musical da família. O objetivo é trabalhar com jovens carentes, dando assistência e educação e promovendo uma vida melhor, através da música.

Fundada por sua ex-mulher, Rita Marley, a Rita Marley Foundation, atua na Jamaica e em Gana, onde Rita mora, atualmente. A fundação trabalha para erradicar a pobreza e a fome nas comunidades onde atua, buscando investimentos econômicos, melhoria na educação e desenvolvimento de práticas de nutrição e saúde.

foto: reprodução internet

Rita Marley Foundation

Ainda na área social, mas também no esporte, Cedella Marley, uma da filhas de Bob, é hoje, uma ativa incentivadora da campanha de arrecadação de fundos para as Reggae Girlz. Elas são as jogadoras de futebol feminino da Jamaica, que buscam uma oportunidade de participar da Copa Mundial de Futebol Feminino, que será realizada em 2015, no Canadá.

Ziggy Marley criou a U.R.G.E. (Unlimited Resources Giving Enlightment) Foundation, que visa ajudar crianças na Jamaica, na África e em outras áreas carentes, levando educação, saúde e desenvolvimento sustentável. E, finalmente, a Marley Coffee, de Rohan Marley, mais um dos filhos de Bob, criou a Kicks for Cause Foundation. O objetivo, aqui, é construir campos de futebol para as crianças que vivem nas comunidades produtoras de café.

Mesmo mais de 30 anos após sua morte, é incrível como Bob Marley continua tão vivo. Vivo na música, no reggae que ele mostrou ao mundo, e vivo nos ideais que nortearam sua trajetória e que sua família tão bem assimilou. One love. One heart. Let’s get together and feel all right.