Ziggy Marley desbancou concorrentes "de peso" e mais uma vez levou o Grammy de melhor disco de reggae do ano.

And the Grammy goes to… Ziggy Marley.

Na noite do último domingo, 8 de fevereiro, o mundo conheceu os vencedores do Grammy Awards 2015, edição do tradicional evento que elege os melhores da indústria musical na opinião da Academia norte-americana, durante o ano anterior à premiação.

O excêntrico DJ e produtor jamaicano, Lee "Scratch" Perry.

O excêntrico Lee “Scratch” Perry.

Sob os holofotes da imprensa mundial e os olhos (e ouvidos) atentos do público, celebridades do mundo da música desfilaram seus estilos, figurinos e frases de efeito para milhões de telespectadores, numa noite que ficará marcada como uma das mais inusitadas da história do evento, ao menos no que se refere à escolha dos principais vencedores, que muitas vezes contrariou as expectativas e apostas da crítica especializada.

Na categoria reggae, no entanto, nenhuma surpresa. Com 6 gramofones na bagagem, Ziggy Marley abocanhou o sétimo, desbancando concorrentes de (muito) peso, como é o caso dos jamaicanos Shaggy, Sly & Robbie, Sean Paul e Lee “Scratch” Perry. Este último, figura lendária da música jamaicana, conhecido entre outras coisas por ter sido o principal mentor de Bob Marley e um dos inventores do dub, técnica de mixagem que revolucionou a indústria da música pop (leia matéria especial sobre o renomado DJ e produtor).

Além de “Fly Rasta”, de Ziggy Marley, concorriam ao prêmio de melhor álbum de reggae do ano “Out Of Many, One Music”, de Shaggy, produzido pela “dupla dinâmica” do baixo e bateria da Jamaica, Sly & Robbie – que por sua vez também emplacou na disputa o disco “The Reggae Power”, produzido em parceria com o DJ e produtor japonês Spicy Chocolate – “Full Frequency”, de Sean Paul, “Back On The Controls”, de Lee “Scratch” Perry e “Amid the Noise and Haste”, do grupo americano de pop reggae SOJA.

Reggae, Dub, Ragga, Dancehall… tinha de (quase) tudo à escolha dos jurados. Como gosto não se discute e tratam-se todos de excelentes opções para amantes de música jamaicana, disponibilizamos abaixo os discos (com exceção de “The Reggae Power”, disponível apenas no iTunes) para que você mesmo ouça e faça a sua escolha.

Ah, veja também ao final desta página o videoclipe oficial de I Don’t Wanna Live On Mars, principal música de trabalho até aqui do álbum “Fly Rasta”, de Ziggy Marley. =)

Ouça abaixo “Fly Rasta”, de Ziggy Marley, na íntegra:

Ouça abaixo “Full Frequency”, de Sean Paul, na íntegra:

Ouça abaixo “Back On The Controls”, de Lee “Scratch” Perry, na íntegra:

Ouça abaixo “Out Of Many, One Music”, de Shaggy, na íntegra:

Ouça abaixo “Amid The Noise And Haste”, do grupo SOJA, na íntegra:

Assista ao clipe de “I Don’t Wanna Live On Mars”, de Ziggy Marley: