Kaci Fernnell, Miss Jamaica 2014 | foto: reprodução internet

Miss Jamaica: a preferida do público em 2015

Concursos de miss soam como algo um tanto quanto ultrapassado e fruto de um universo machista. Mas que têm lá seus encantos, isso têm. É inerente ao ser humano: basta vermos que algo envolve competição e logo escolhemos um lado, alguém para quem torcer. No caso dos concursos de Miss Universo, misturam-se na torcida as identificações com certas culturas, o ódio aos imperialistas, a vontade de que vença o país mais pobre ou, no mínimo, a garota que julgamos ser a mais bonita!

Em 2015, no concurso realizado em janeiro, em Miami, nos Estados Unidos, houve um pouco de tudo isso. A vencedora foi a colombiana Paulina Vega, mas a sensação foi, sem dúvida, Kaci Fennell, a Miss Jamaica. Quando foi chamada para ocupar o quinto lugar no “podium”, a plateia reagiu vaiando a decisão dos juízes, vaia essa que se estendeu durante a premiação da vencedora. Também nas redes sociais houve alvoroço, a hashtag #MissJamaicaShouldHaveWon (Miss Jamaica deveria ter ganhado) ficou entre os assuntos mais comentados.

Kaci, hoje com vinte e dois anos de idade, é modelo desde os dezenove e fez carreira internacional. Além de já ter viajado pelo mundo, Kaci é uma cozinheira talentosa, adora ajudar a ensinar crianças com necessidades especiais e contribui regularmente para o Style for Change, instituição que combate os efeitos da pobreza e de desastres naturais, auxiliando membros de comunidades carentes na Jamaica. Ainda por cima, mostrou ser extremamente simpática e carismática. Ganhou o público, mas não levou o título.

O mundo das misses e a Jamaica tem ainda outra ligação curiosa. Além do Miss Universo, que é americano, existe um rival britânico, o Miss Mundo. Na verdade, o Miss Mundo é mais antigo, começou em 1951 e o Miss Universo, em 1952. Pois bem, em 1976, a vencedora do Miss Mundo foi Cindy Breakspeare, mãe de Damian Marley, fruto de seu relacionamento com Bob Marley.

No álbum “Exodus”, de 1977, considerado pela revista Time como o álbum do século, há duas canções de amor Waiting in Vain e Turn Your Lights Down (ouça as faixas acima) que, segundo consta, teriam sido inspiradas no relacionamento de Bob e Cindy. Muitos dizem, inclusive, que Cindy teria sido o grande amor da vida do cantor. Seja como for, valeu pelas canções e pelo talento de Damian.

Ontem e hoje: a ex-Miss Mundo Cindy Breakspeare, ao lado de Bob Marley e do filho Damian. |  fotos: reprodução internet

Ontem e hoje: a ex-Miss Mundo Cindy Breakspeare, ao lado de Bob Marley e do filho Damian.

Assista à participação de Kaci Fennell no concurso Miss Universo: